terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Boa sorte

Deixei você. E não adianta insistir, dessa vez não tem mais volta.
Somos como o sol e a lua, e por mais que nos amemos, não conseguimos conviver juntos.
Você tem o seu objetivo, e eu tenho as minhas prioridades.
As nossas metas não combinam, e as nossas escovas de dente não ficam bem juntas.
Nossos corações têm o mesmo compasso, mas nós queremos ritmos diferentes.
Eu quero te abraçar, mas você quer ficar um pouco sozinho. Você quer me levar pra passear, mas poxa! você não percebe que eu quero descansar um pouco?
Infelizmente, é assim. Eu tento ajustar o meu relógio ao mesmo horário que o seu, porém as nossas toalhas de mesa não combinam. Você quer a listrada, mas eu quero a xadrez.

Deixei você. E não adianta insistir, dessa vez não tem mais volta.
E por mais que eu deseje ardentemente a reconciliação, não vejo uma luz no fim do túnel.
A verdade é que eu preciso de você do meu lado. E você também precisa de mim. Admita!
Podemos fazer com que as nossas escovas de dente consigam uma convivência razoável. E por que não podemos fazer com que o seu listrado combine com o meu xadrez?
Eu fiz de tudo para me adaptar ao seu jeito. Mas você não se esforçou tanto assim. Que pena.

Deixei você. E não adianta insistir, dessa vez não tem mais volta.
Agora você me olha insistentemente. Um olhar significativo. Eu sei o que você quer. E, pois é, eu também quero. Nós desejamos a mesma coisa.
Mas vamos conseguir? Você vai mudar também? Sinceramente, acho difícil.


E enquanto você deseja me dizer bom dia, boa tarde e boa noite; eu te digo boa sorte.
Apenas isso, boa sorte.

Deixei você. Mas dói dizer que dessa vez não tem mais volta.

15 comentários:

  1. A moça está atacada hoje. Camomila com alecrim.

    =D
    Marcos

    ResponderExcluir
  2. Naaathália, nem sei o que escrever. Força de expressão, calma. Primeiro, que você coloca sentimentos em palavras de uma forma muito boa, muito mesmo. Quem sou eu pra dar uma de crítica das emoções depositadas em textos, mas é a minha sincera opinião. Quando a gente lê seus posts, a gente te lê também. Tudo ao mesmo tempo. E acredite, é incrível.
    Segundo, sobre sua publicação: deixar alguém de lado, à margem do nosso caminho, quando esse alguém é nosso motivo de ir mais longe, é, sem dúvidas, uma tarefa sobre-humana. Ser racional, e seguir o cérebro quando cada pedacinho seu quer fazer o oposto, só quem faz é que sabe. Mas você transmitiu tudo de forma fiel aqui. Espero que não seja um reflexo de alguma etapa complicada de sua vida, mas se for, vou ficar torcendo pra que tudo se ajeite. Que as escovas de dentes de vocês combinem mais e mais, ou que você aprenda a viver sem a combinação. O que for melhor.
    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  3. Uau!
    Podia ter sido eu no seu lugar. Mas acredite, se tiver que passar, passa.
    Pra quê insistir em um beco sem saída?
    Um grande amigo meu me disse qnd eu já sabia da decisão fatal, mas doía de uma forma q eu nem posso explicar: "aquilo que não volta é pq nunca nos pertenceu."
    Sei lá, me ajudou tanto na hora!
    Espero meesmo que vc passe por isso da melhor forma possível, ou então que tudo mude.

    Amei o seu blog!
    Um beeijo!

    ResponderExcluir
  4. Que perfeito!
    seu blog é lindo, voltoo sempreee!


    PS: tira essa verificação de palavras dos comentários por favoor..

    ResponderExcluir
  5. caralhoo!
    que texto maneiro! isso aconteceu com você? :S

    ResponderExcluir
  6. Acho que um bom papo resolve as coisas. Falta saber doar sem cobrar. Afinal, vocês têm o que é mais do que primordial: Amor.

    Mas não me de ouvidos. Eu não passo de um tolo apaixonado...

    ResponderExcluir
  7. Ficou..humm,perfeito!!
    x]
    *adoreiii o nome do blog*

    ;*

    ResponderExcluir
  8. o eufemismo mais sincero e singelo que já li. nunca um não tem mais jeito foi tão literário e menos cruel.
    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Maravilhoso!
    é o tipo de situação onde os dois assumem que se completam ou nunca vai dar certo, porque em 1º lugar vai sempre existir o oposto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Nathália esse seu post foi particularmente certo pra mim. Não gosto de dar adeus. Não sei bem falar sobre o adeus que tanto me persegue.

    Abraço,

    R.Vinicius

    ResponderExcluir
  11. Não sei exatamente uq dizer donaa moça,um texto simpático de separação e dúvidas..

    ResponderExcluir
  12. Nossssa que texto marcante, acho que quando terminar com meu namorado, falo isso pra ele!

    ResponderExcluir