segunda-feira, 30 de julho de 2012

Sabe aquela sensação que tu sentes quando encontra, no bolso de roupas que você já nem usa mais, uma lembrança que te faz despertar recordações e sensações maravilhosas? Aquele sentimento que te invade quando tu reencontras algo que há muito não vias mais? Isto é o que estou sentindo neste momento. Ao navegar por sites e sites, nos quais um dia eu já tivera um interesse muito grande e nos quais gastava horas por dia vasculhando, encontro este meu pequeno cantinho, em que um dia já foi usado como refúgio. Há tempos atrás, eu transformava meus medos, anseios e pensamentos particulares em palavras que, combinadas com a acentuação e pontuação adequadas, conseguiam desafogar os pequenos desesperos que eu podia acumular. É com uma sensação de cócegas no peito que eu viajo neste meu pequeno blog relembrando as emoções particulares de cada palavra aqui deixada.
E como em todos os posts um dia aqui já colocados, eu não podia deixar de transformar este meu pequeno momento nostálgico em mais um monte de letras e sinais gráficos. 
Viver é maravilhoso. Relembrar é admitir que a vida é boa demais para se deixar engasgar com problemas que gostam de habitar nossos pensamentos.

Um comentário: